Saiba Tudo Sobre a Flauta transversal

Saiba Tudo Sobre a Flauta transversal

25 de junho de 2021 0 Por wellivan

Entre os instrumentos de sopro, a flauta existe entre os músicos há muito tempo, mas mesmo assim, ainda é amada pelas pessoas por seu som encantador e diferentes habilidades e estilos de tocar. Como já comentamos no blog, existem muitos tipos de flauta, sendo que o mais famoso é a flauta.

Você está interessado em entrar no mundo da vida e aprender mais sobre eles? Portanto, veja tudo o que você precisa saber!

Onde Surgio a Flauta Transversal

Em geral, a flauta faz parte do instrumento musical mais antigo do mundo. Alguns deles foram descobertos e datados nos Alpes da Suábia (Alemanha) cerca de 350.000 a 40.000 anos atrás. Na verdade, a primeira flauta tinha apenas um orifício, que era feito de osso, principalmente tíbia animal e até tíbia humana. Outro ponto interessante é que a flauta aparece nas pinturas rupestres, o que mostra a antiguidade da origem deste instrumento.

As Irmãs das Flautas Transversais

Para começar a falar sobre o tipo de flauta, é interessante saber que existem várias versões delas, até a versão que usamos hoje, que é um modelo desenvolvido em 1847 pelo flautista alemão Theobald Boehm. O modelo de flauta que mais estamos acostumados a procurar não é o único que existe. Na família da flauta, encontramos os instrumentos que podem produzir o som mais agudo ao mais grave:

Piccolo ou Piccolo: É o menor modelo da família das flautas e se caracteriza por um som mais agudo. Flauta C: Também conhecida como flauta de concerto, é a mais popular da família, você deve conhecê-la. É comum em todos os tipos de música, em bandas militares, orquestras sinfônicas, música pop e outras músicas. Flauta em Sol: Conhecida como flauta harmônica, é amplamente utilizada em conjuntos de flautas (trio, quarteto e orquestra) para realçar o baixo. Flauta baixo: Traz um som suave e cheio, por isso é usada com mais frequência no acompanhamento de orquestras e coros de flautas, bem como bandas e cantores. Também é usado por solistas de música clássica e popular. Contrabaixo Flauta: Assim como a flauta baixo, possui timbre aveludado e encorpado e costuma ser usado para o mesmo fim, mas também pode ser encontrado em algumas orquestras.

Partes da Flauta Transversal

A flauta transversal é composta por três partes: bocal, corpo e pé:

 

Bocal

Faz parte da flauta, tocada por músicos para produzir o som do instrumento. É neste componente que encontramos o orifício (por onde o ar sopra) e o suporte labial (onde o tocador de flauta apóia o lábio inferior).

Corpo

No corpo da flauta é onde ficam a maioria das chaves, que são responsáveis por produzir as diferentes notas de uma música.

O pé da flauta é o menor componente entre os três. É nessa parte que ficam as chaves que produzem os sons mais graves.

Como Conservar sua Flauta transversal

Após a compra do instrumento, é muito importante realizar a manutenção e manutenção básica, para que seu instrumento possa ser armazenado por um período mais longo.

Não deixe a flauta em cadeiras, sofás, travesseiros e camas para evitar que alguém se sente ou mesmo caia.

Após a apresentação, sempre seque a flauta com um pano de flanela macio, mesmo que esteja dentro, use um bastão de afinação e limpeza (geralmente o bastão é fornecido com o instrumento).

Evite o contato com “calçados esportivos” porque são muito sensíveis. Não coloque a flauta diretamente na água, pois isso danificará os sapatos e removerá a lubrificação das chaves.

Os botões possuem óleo especial, caso precise de manutenção recomenda-se procurar um profissional.