Madeira e Qualidade Do som do Violão

Madeira e Qualidade Do som do Violão

23 de maio de 2021 0 Por wellivan

Um dia, enquanto assistia a um vídeo de um luthier fazendo meu próprio violão, percebi que as ferramentas que ele usava não estavam longe das que eu usava em casa. Sempre gostei de música e madeira, então porque não combinar estes dois hobbies para fazer guitarras?

A ideia de fazer meu próprio instrumento musical me excita porque posso fazê-lo da maneira que quiser. Além disso, posso combinar características interessantes encontradas em diferentes marcas e modelos (obviamente, não tenho muito respeito por minhas habilidades com madeira). Lá, tentei aprender mais sobre o instrumento e assisti a inúmeros comentários no YouTube para entender como cada diferença estrutural afeta o som e o efeito final do violão. Admito que o processo é mais trabalhoso e demorado do que pensei.

Finalmente descobri que, de fato, minhas ferramentas e as ferramentas do video luthier ainda têm um longo caminho a percorrer. Porém, não tenho pressa, pois o processo é tão agradável quanto o resultado. Processo de colagem da estrutura interna do tampo da guitarra

Um ano e meio depois, usei minhas próprias mãos e minha estrutura e som favoritos para medir o instrumento. Mais detalhes sobre como fiz um violão serão introduzidos no próximo artigo, porque o objetivo deste artigo é explicar algumas das maneiras pelas quais a escolha da madeira certa para o violão afetará sua experiência de uso do instrumento.

Voce Sabe Como Funciona O Violão

Antes de começar, é importante entender o básico de como funciona a mecânica da guitarra.

Para que o som “saia dos seus dedos” e chegue aos seus ouvidos, existe um caminho que exige que a energia seja transmitida em forma de vibração.

Ao tocar, os dedos transferem energia para as cordas, o que faz as cordas vibrarem em uma determinada frequência. A corda transfere essa energia para a bancada, fazendo-a vibrar na mesma frequência. A parte superior e o corpo da guitarra atuam para amplificar essa vibração e convertê-la no som que ouvimos quando a emitimos da boca da guitarra. Uma guitarra bem feita não desperdiçará energia no processo, ela converterá o máximo de som possível a partir da força exercida pelo músico.

a madeira influencia na qualidade do som?

Cada tipo de madeira vibra mais em algumas frequências do que em outras, dependendo de sua densidade e estrutura. Esta característica natural confere a cada guitarra um som único, pois a natureza nunca produzirá duas peças de madeira idênticas. Existem algumas madeiras com as mais diversas características. Nossa madeira é leve e macia, facilmente friccionada por pregos, ou tão pesada e pesada que se torna quase impossível cravar um prego em um prego.

No entanto, existem algumas restrições ao uso de madeira em guitarras. Por exemplo, no topo, cordas muito macias e frágeis não serão capazes de suportar a tensão das cordas (em violões de aço, a tensão das cordas pode chegar a 80 kg), enquanto madeiras extremamente duras e pesadas não vibram tão facilmente “, o som de um instrumento. ”

Mas qual a melhor madeira para violão? Cada parte do violão requer madeira de uma qualidade específica, mas a resposta final irá variar dependendo do som e da aplicação que o músico espera.

Madeira do Tampo

Essa é a madeira que tem maior impacto no som do instrumento, pois é a parte superior que converte a energia da vibração das cordas em som.

Vale lembrar que além da madeira, o tipo de tratamento de superfície (verniz, goma laca, óleo, cera, tinta etc.) também afeta o som final do instrumento.

diferença entre tampos com madeiras claras e madeiras escuras?

Geralmente, as madeiras mais claras são mais suaves e mais leves e podem reproduzir as frequências mais baixas com mais facilidade, tornando o instrumento cada vez mais suave. Ao tocar instrumentos musicais, eles também têm uma boa resposta, pois não requerem muita energia para vibrar.

A maioria deles vem de regiões frias, como América do Norte e Europa. Os exemplos mais comuns são: Abeto alemão, Abeto Sitka (Alasca) e cedro canadense.

Por outro lado, a madeira escura é mais dura, mais pesada e produz maior riqueza nas frequências médias e altas, e tem um som mais natural. O tampo feito com este tipo de madeira pode suportar mais impactos e proporcionar maior volume quando em contato com maior resistência e resistência.

Madeira do Braço

No pescoço, o principal requisito é madeira dura e estável. Não queremos que a tensão das cordas eventualmente dobre o braço do violão, certo? Portanto, a madeira que foi derrubada por um determinado período de tempo (pelo menos um ano) tem tempo de secar completamente. A madeira mais comumente usada é o mogno. Outras madeiras, como bordo e pau-rosa, são mais comumente encontradas em guitarras e braços de baixo.

Madeira da Escala

Em termos de escala, uma madeira mais dura é necessária porque cria muito atrito com as cordas e dedos dos músicos. O cavalete (ponte) quase sempre usa a mesma madeira. Normalmente muito escuras, as madeiras mais comuns são ébano, pau-rosa e pau-ferro.

Madeira Maciça x Laminada

Maciça

Como o nome sugere, a madeira maciça é um pedaço de madeira que vem inteiramente do mesmo tronco. Como qualquer peça de madeira maciça, as guitarras dessa madeira vão custar mais caro, seja pelo preço da própria madeira ou seja mais difícil de usar esse tipo de madeira. A recompensa de preço virá da qualidade do som. De um modo geral, este tipo de madeira irá reproduzir melhor todas as frequências, principalmente as frequências mais baixas, resultando em um som mais natural e orgânico.

Laminada

Por outro lado, os laminados são constituídos por duas ou mais “tábuas” de madeira coladas, muito semelhantes aos contraplacados que encontramos em qualquer loja de material de construção.

A maior vantagem da madeira laminada será sua vantagem de custo. Guitarras feitas dessa madeira são baratas e as diferenças de som (especialmente na madeira do corpo) serão difíceis de detectar por músicos inexperientes. Também é possível comprar lindos e lindos instrumentos musicais a um preço baixo, pois dá para usar madeira com boas características estruturais, mas é barata por dentro e por fora pode usar madeira fina “designer”. Em termos de som, a madeira laminada geralmente reproduz o baixo e o volume com uma intensidade mais baixa

Como identificar

Observe a boca do violão com atenção, compare a madeira vista por dentro com a parte externa do instrumento e preste muita atenção ao padrão dos veios da madeira. Se a madeira for diferente, lamine-a. Caso contrário, será enorme.

Veja Tambem ;

Veja Qual Tipo De Encordoamentos de aço para o seu violão
Violão Para Canhoto Dicas